16 de dez de 2011

Conselho Municipal faz visita as instalações da U.P.A

Hoje  dia 16/12/2011, às 08:30 da manhã, os membros do Conselho Municipal de Saúde de Sarandi, reuniram-se  nas dependências da Câmara Municipal, para a votação dos novos membros do referido Conselho, onde por falta de coro não houve a eleicão, ficando a mesma remarcada para o dia 24 de Dezembro de 2012, no mesmo horário, a 2ª Pauta da reunião foi a visita as dependências da U.P.A, para que fosse verificadas as denúncias que foram feitas ao Conselho, onde por unanimidade dos membros e pelas explicações do representante da Secretaria de Saúde, o Enfermeiro Edson, as alterações que estão sendo feitas na referida construção estão dentro da normalidade, inclusive que as instalações da U.P.A, ficam no mesmo terreno que a garagem da Prefeitura Municipal de Sarandi.














14 de dez de 2011

Visita ao Jardim Ipanema




Nos bairros

O Vereador Reginaldo Alves dos Santos esteve nesta terça-feira, dia 13, realizando visitas em vários bairros de Sarandi. Uma delas, foi no Jardim Ipanema, onde o vereador ouviu as reivindicações dos moradores. Reginaldo acompanhado de sua assessoria, caminhou pelo bairro, onde se pode percerber, o anseio dos moradores pela instalação de uma Academia da Terceira Idade (A.T.I) para proporcionar melhor qualidade de vida para aquela localidade. Reginaldo se comprometeu em cobrar do Prefeito Carlos de Paula, a atenção aos pedidos que são de direito de toda população.















9 de dez de 2011

C.M.C.D. Apresentação dos novos Agentes de Combate a Dengue

 A reunião feita hoje pelo Comitê Municipal de Combate a Dengue de Sarandi, em 09/12/2011, foi passado   que ate o dia 30 de novembro de 2011, foram notificados 419 casos, sendo que 60 casos são positivos, não tendo nenhum caso de dengue com complicação. Comparando com o ano de 2010, acreditamos que não teremos epidemia, mais que com a colaboração dos moradores da nossa cidade, seremos uma Sarandi melhor.

 E estes são os novos Agentes de Combate a Dengue de sarandi, apresentados hoje, na referida  reunião que se deu nas dependencias da Central de Combate a Dengue, aos membros do Conselho, e Secretários Municipais, que ja estão trabalhando em nosso Município. 


8 de dez de 2011

Prevenção, direito de todos! Resposta ao anônimo da 09:06 do dia 08/11/2011.

 Ao amigo leitor que observou a data da foto de 2010, parabenizo a você por ser um ótimo observador e informo que  estas fotos são verdadeira e que vem  mostrar que esse humilde Vereador, sempre esteve junto com toda a Equipe de Combate a Dengue em nosso Município, aproveito para informar mais uma vez  que a dengue já e um problema de grande preocupação para nós moradores e autoridades da cidade de Sarandi. Informo ainda que em 2010 tivemos o maior caso de Epidemia em nosso Município, que chegou ao número de 3.323 casos notificados e 2.212 positivos, e ainda com dados certos de que os maiores focos foram encontrados em  lixos domésticos, isso só vem reforçar que  a população tem a sua responsabilidade, no combate ao mosquito da Dengue, e que em um tempo muito curto teremos mais um arrastão em nosso Município.
Obs: Quanto ao fato, de  nao  publicar o comentario, este blog se reserva o direito de respeitar os demais leitores.





 

7 de dez de 2011

Prevenção, direito de todos!

Ele é tão pequeno, mas tem um poder de destruição e morte que nem sempre as pessoas acreditam, e não podemos deixar de combate-lo. Vamos juntos mais uma vez sairmos desta colocação de 1ª cidade no Paraná com o maior número de possíveis casos de dengue, e com medidas simples podemos fazer o nosso quintal ficar mais limpo, abrirmos nossas casas para os Agentes da Dengue devidamente indentificados.


 E com a colaboraçao de todos faremos uma Sarandi melhor sem dengue. Faço parte do Conselho Municipal de Combate ao mosquito da dengue e sempre estamos juntos nas reuniões para o controle e combate ao mosquito.

2 de dez de 2011

Blitz Educativa de Prevençao à AIDS

A amiga leitora Marcela de Medeiros obrigado pela visita, e na medida do possivel as informaçoes sao de que:

A AIDS é uma doença que se manifesta em pessoas que adquiriram o vírus HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). Também conhecida como Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Sida), a doença fragiliza o sistema imunológico, dificultando a proteção diversos microorganismos, como bactérias, protozoários, vírus e etc.

1977/78
Primeiros casos nos EUA, Haiti e África Central, descobertos e definidos como Aids, em 1982, quando se classificou a nova síndrome.
1980
Primeiro caso no Brasil, em São Paulo, também só classificado em 1982.
A transmissão do vírus HIV pode ocorrer das seguintes maneiras:
  • Através do contato sexual sem preservativo;
  • Transfusão de sangue contaminado;
  • Da mãe para o bebê durante a gravidez ou na amamentação (transmissão vertical);
  • Reutilização de seringas e agulhas;
  • Instrumentos que furam ou cortam, não esterilizados.
Como ainda não há vacina ou tratamento que cure definitivamente a AIDS, é importante que todas as pessoas tenham atitudes preventivas para se evitar a doença.
É importante lembrar que uma pessoa infectada pelo vírus HIV ou que já desenvolveu a AIDS pode ter um convívio social absolutamente normal. Por isso nunca é demais destacar que não se contrai o vírus HIV das seguintes maneiras:
  • sexo, desde que se use corretamente a camisinha;
  • masturbação a dois;
  • beijo no rosto ou na boca;
  • suor e lágrima;
  • picada de inseto;
  • aperto de mão ou abraço;
  • talheres / copos;
  • assento de ônibus;
  • piscina, banheiros, pelo ar;
  • doação de sangue;
  • sabonete / toalha / lençóis.
  •  A única maneira de confirmar se uma pessoa é soropositiva ou não é submetê-la ao exame de sangue que verifica a presença do vírus HIV. Os testes existentes hoje analisam se há presença de anticorpos produzidos pelo doente para combater o vírus HIV, hoje em 15 minutos ja sai o resultado, lembrando que
    É importante lembrar que existe um intervalo de tempo entre a contaminação e o aparecimento de anticorpos no sangue, chamado de janela imunológica. Esse período é normalmente de duas a oito semanas (14 e 56), mas em alguns casos (raros) pode ser mais prolongado.
    Se o teste for feito durante o período da janela imunológica, pode apresentar um falso resultado negativo. Por isso recomenda-se fazer o exame após 60 dias da situação de risco. Se o exame for feito após 90 dias, é completamente seguro.