12 de fev de 2009

INFORMAÇÃO É PODER!!!




O poder emana do povo e para o povo... Conforme publicado neste blog, nesta quinta(12), aconteceu mais uma aula de Educação Popular na qual a comunidade discutiu o polêmico tema: Saúde, "Quem garante os meus direitos?" Neste encontro a comunidade pode compreender a força que tem a informação. Porém, conhecer os nossos direitos não basta, o que faz a diferença é a união e a luta por uma causa em comum. Neste sentido, os que se fizeram presente resolveram elaborar um documento reivindicando a melhoria no sistema de saúde, a comunidade entende que unidos é possível mudar as reais condições de precariedade dos serviços de saúde. Tiveram informação sobre o que é o Ministério Público, o Conselho Municipal de Saúde e a importância da participação popular no controle social.

A comunidade ao saber que o Conselho Municipal de Saúde é um espaço de discussão e deliberação da política de saúde, ficou surpresa, pois a maioria ali presente não sabia sequer que este instrumento de controle social existia. Uma das participantes levantou o seguinte questionamento: _ "Por que não sabemos que o conselho existe, nem onde ele funciona e que é dentro dele que as decisões são tomadas?"
Cabe aqui uma reflexão: Será que munir de informações as pessoas é de interesse das autoridades? Afinal, um povo informado é um povo com poder de mudança.



3 comentários:

CMAS disse...

Bom dia Vereador Reginaldo...

Gostaria de felicitá-lo pelo ótimo espaço de cidadania e expressão dos serviços prestados através de Blog por V. Excia. extendida, juntamente. a toda sua profícua equipe coesa e sensível às causas sociais. Precisamos mesmo reforçar de forma integrada e articulada o resgate desta função democrática e participativa que é o Controle Social no seu ponto mais basilar: a Comunidade Participativa.

Portanto, está ação de estar levando a "Educação Popular" é louvável e digna e merece todo nosso apreço, porém entendemos da sinuosa e íngreme trajetória de "mobilizarmos" e "conscientizarmos" sustentavelmente os sujeitos sociais (população), pois necessita de uma força tarefa composta por agentes sociais dos distintos setores não só políticos, mas da sociedade, entidades, setores de classe e demais organismos para fomentarmos sobre a essencialidade dos "direitos do cidadão" e o sua inclusão social.

O CMAS, também defende este emblema de vossa “bandeira pelo social” no sentido de levar a informação, debatê-la, destilar os conceitos aprendidos e convertê-los em Projetos de Políticas Sociais que visem, exatamente, atender a demanda por desenvolvimento que tão historicamente nosso município necessita. Daí nos solidarizamos em sua empreitada e conte conosco nesta “social articulação” rumo a uma “Sarandi de todos e para todos”

Presidente do CMAS
Dr. Allan Vieira da Silva

MARIA OLIVEIRA LIMA disse...

neste pais onde a informaçao e para poucos, e que nen sempre os verdadeiros pagadores de inpostos chegan seguer a ter um pedido de informaçao atendido, com um pouco de boa vontade solidaria tentaremos saber mais e pedirmos muito ou apenas o que temos direito...
valeu pela atitude mais vamos devagar pois a missao e longa...
parabens mesmo. LER A NOSSA CONSTITUIÇAO QUE FOI FEITA PARA O NOSSO POVO BRASILEIRO,VAMOS SABER DIREITOS POIS OS NOSSO DEVERES JA SABEMOS!!!!!!!!

Creonice disse...

Que legal, sabia que você ia ter uma boa idéia. Vem fazer isso no nosso bairro, ele também precisa que o povo se une pra conseguir mudar as coisas por aqui. Creonice do Jardim Verão