9 de jun de 2009

VOCÊ SABE COMO SURGIRAM AS ESCOLAS?


Conforme alguns autores, a escola surgiu na Inglaterra no Século XVIII, quando as crianças que estavam morrendo de tanto trabalhar (16 horas por dia), nas grandes indústrias, foram impedidas de realizarem essa longa jornada de trabalho. A mão de obra infantil era viável, pois possibilitava maior lucro aos grandes industriais da época. As crianças tinham dedos pequenos e ágeis capazes de executar tarefas que os adultos não conseguiam. Com a nova legislação, as crianças menores de 10 anos de idade foram proibidas de realizarem essa mortífera jornada. O trabalho foi reduzido e o salário não poderia diminuir. Diante disto, os grandes industriais que exploravam essa "pequena" mão-de-obra passaram a despedí-los e então as crianças passaram a ser os novos desempregados e fazer parte do que hoje chamamos de infrantores juvenis. Devido ao tempo ocioso, as crianças passaram a frequentar as ruas das cidades e para não passarem fome, começaram a roubar no comércio local. A sociedade burguesa reagiu exigindo do Estado uma ação que combatesse esses atos infracionais. Foi então que a saída encontrada foi a inauguração de escolas que eram como depósitos para as ex-crianças de fábrica. Um grande e célebre escritor Karl Marx afirmava que "o capitalismo nasceu gotejando sangue e lama dos pés à cabeça". Viram como não são os pobres que geram a violência. A violência é histórica e não foram os pobres que a criaram, como querem que a gente acredite e saia repetindo por aí. Devemos antes de acusar, refletir sobre a construção da nossa história, pois pelo que percebemos, só nos é garantido que sejamos explorados e acusados de desordeiros quando lutamos para conquistar nossos direitos. Então se você se deparar com alguma imagem semelhante a foto acima, reflita sobre a história, pois é verídico o fato que estas crianças não tem e talvez nunca terão a mesma oportunidade que as crianças dos ricos têm. Esse é o nosso mundo: Injusto e hipócrita! E nós ainda lutamos para que tenha escola para todos. Fizeram em nós uma lavagem celebral, capaz de nos cegar ao extremo de querermos um dia ser como os ricos: assassinos!

2 comentários:

Saulo Jardim Independência disse...

Regi, gostaria que você publicasse mais estes tipos de matéria, é melhor do conhecer a história do que discutir sobre política. Um abraço.

Gustavo Jardim Verão disse...

Eu sou estudante do Terceirão e nunca tinha pensado que a escola surge para esse fim. Estou revoltado. Estou pensando a história de um outro jeito. Parabéns Reginaldo, eu acho que o vereador tem mesmo que trabalhar para abrir a cabeça da gente e ajudar a gente a enxergar a verdade da nossa história. Sou negro e gostaria de saber mais sobre a história da libertação dos escravos porque tenho amigos fazendo cursinho pré-vestibular que aprenderam que a abolição dos escravos veio para servir interesses da classe econômica enão porque a princesa Isabel era "boazinha" e se compadeceu com a luta pela liberdade negra. Que tal fazer uma matéria sobre isso. O porque as escolas públicas não ensinam a real história para nós?